Embraer E175 E1 da American Eagle faz pouso de emergência após a decolagem.



No último dia 06 de novembro a aeronave - operada pela Republic Airways , com destino ao aeroporto de LaGuardia (Nova York)  como voo AA4439 - decolou da pista 09L do aeroporto Atlanta Hartsfield-Jackson ATL (Atlanta), mas entrou em uma órbita do lado direito e subiu para cerca de 14.000 pés. Sua tripulação declarou uma emergência, buscando retornar ao aeroporto.




"Estamos em uma situação de estagnação", disse um de seus pilotos a um controlador de torre de Atlanta. Enquanto a aeronave recebeu autorização para interromper sua subida e descer a critério da tripulação, o piloto declarou: "Não podemos afundar. Estamos tentando descer aqui".

A tripulação informou que a aeronave estava transportando seis ocupantes e estava transportando 5.440 kg de combustível.

O controle de tráfego aéreo ofereceu a pista 10 à tripulação, e o controlador da torre disse aos pilotos que eles poderiam ter 08L ou 09R, se preferissem, avisando que outro tráfego seria eliminado "fora do seu caminho".

Cerca de 8 minutos após a partida, a aeronave começou a descer, aparentemente sob maior controle, e a aeronave foi vetorizada para a pista 10.

Os controladores das torres entraram em contato com os serviços de emergência do aeroporto, informando ao chefe dos bombeiros que a tripulação estava enfrentando "problemas graves de controle de voo", incluindo controle de campo, de acordo com as comunicações arquivadas pelo LiveATC.

A tripulação informou posteriormente à torre que dois sistemas haviam sido cortados e a aeronave estava "no modo direto", mas que parecia estar sob controle.

Foi vetorizado para o localizador da pista 10, com uma opção de aderir à abordagem 09R. A aeronave pousou na pista 10 cerca de 20 minutos após a decolagem sem vitimas.

Já em solo após uma inspeção preliminar, constatou-se que ocorreu uma pane de trim runaway  travando o compensador.



Publicar um comentário

0 Comentários