Descubra Como as Companhias estão a reagir ao coronavírus


Além de abalar a economia mundial, a pandemia de COVID-19 (Coronavírus), obrigou diversa companhias a aterrar as suas aeronaves, para tentar se readequar à nova realidade de demanda de viagens pelo mundo.

Confira abaixo, as medidas que as companhais aéreas estão a tomar para ultrapassar esta crise:



Lufthansa  

A companhia aérea alemã com os principais centros de operação no Aeroporto de Frankfurt, Aeroporto de Munique e Aeroporto internacional de Düsseldorf, aterrou 763 aeronaves da sua frota e cancelou 95% dos seus voos.



Emirates

A principal companhia aérea do Emirados Árabes Unidos, com base no Aeroporto Internacional de Dubai, suspendeu temporariamente todas as suas operações, segundo a empresa, as medidas adotadas visam a proteger as comunidades da propagação do COVID-19. Lembrando que semanalmente 1500 voos da Emirates saem do Dubai, rumo a diversos países do mundo.



Etihad Airways

A companhia aérea nacional dos Emirados Árabes Unidos, com base no Aeroporto internacional de Abu Dhabi, também cancelou temporariamente todas as usas operações e aterrou toda a sua frota.



Cathay Pacific 

A companhia aérea com sede no Aeroporto Internacional de Hong Kong, cortará 96% da sua capacidade de passageiros em Abril e Maio, deixando muitas das suas aeronaves aterradas.



KLM

A companhia aérea Holandesa com sede no Aeroporto Internacional de Amesterdão Schiphol, irá reduzir a sua atividade em até 90%, e ainda irá aposentar os seus Boeing 747 da sua frota.



GOL Linhas Aéreas 

A companhia aérea Brasileira, com os principais centros de operação no Aeroporto Internacional de Guarulhos e no Aeroporto Internacional do Galeão/Tom Jobim, cancelou todos os voos Internacionais devido a pandemia de COVID-19.

Créditos: Raris Souza


Korean Air

A companhia Aérea Sul Coreana, com sede no Aeroporto Internacional de Incheon, suspendeu e reduziu os vôos para vários destinos internacionais devido ao surto de coronavírus (Covid-19) na Coréia do Sul.



Delta Air Lines

Uma das companhias aéreas mais importantes dos Estados Unidos, com base no Aeroporto Internacional de Atlanta, aterrou 600 das suas 1340 aeronaves, e com a expetativa de voltar com uma frota menor após a crise de coronavirus.



Austrian Airlines

A companhia aérea de Bandeira Austríaca, com sede no Aeroporto Internacional de Viena, suspendeu todas as operações a partir do dia  28 de Março.



Internacional Airlines Group

A empresa dona da British Airways, Iberia e Air lingus, anunciou que está reduzindo a sua capacidade, com aeronaves paradas em diversos aeroportos pelo mundo. A IAG possui ao todo 431 aeronaves, servindo um fluxo de 62 milhões em 200 destinos.



American Airlines

A companhia aérea Norte Americana, com sede no Aeroporto Internacional de Dallas/Fort Worth, cortou 75% do voos internacionais de longo curso devido a pandemia do coronavírus. 



TAP Air Portugal

A companhia aérea Portuguesa, com sede no Aeroporto da Portela em Lisboa, informou que irá cancelar todos os voos para o mês de Abril e ainda pretende em regime de 'Lay-Off' todos os seus pilotos até maio.





Estamos a passar por uma crise na aviação, pior do que se sucedeu depois do 11 de setembro ou pior do que a crise de 2008, mas tal como fizemos nas outras vezes, nós vamos superar, pode demorar..... pode mas com o tempo tudo vai voltar ao normal, e quando isso acontecer, todas aquelas maquinas voadoras que estão neste momento paradas, voltaram a reinar os céus.  


#VAIFICARTUDOBEM


Publicar um comentário

0 Comentários