Por água abaixo. Boeing X Embraer


Gigante americana, Boeing desiste da compra da linha de aviação comercial da Embraer, o prazo para finalizar a compra era de até a última sexta-feira (24/04/2020).

Após a notícia ser divulgada, as ações das companhia despencaram, as ações da Embraer tiveram uma queda de quase 11%, enquanto a da fabricante americana caíram quase 7%, informações essas divulgadas pelo jornal Financial Times.

O anúncio oficial do cancelamento da compra, pode vir a ser feito ainda esse final de semana, com isso a Boeing deverá pagar uma multa de US$70 milhões à US$100 milhões.
A negociação da compra previa que a americana ficaria com 80% de controle da empresa enquanto a brasileira ficaria com 80%. Juntas iriam criar uma companhia para gerenciar a divisão comercial da Embraer, assim detendo de total controle da divisão comercial da brasileira.

Essa transação estava negociada em aproximadamente US$4.7 bilhões, mas devido a crise com as aeronaves da série Max do consagrado modelo 737, junto a pandemia mundial de Covid-19 (SARS-COV-2), que juntos causaram centenas de cancelamentos de encomendas desse modelo, atrelado a uma pressão do governo americano junto a Boeing, visto que esse estaria ajudando a fabricante americana em até 60 bilhões de dólares.

Ainda era previsto nesse acordo, uma criação de uma Joint Venture entre as empresas para a produção e comercialização da aeronave KC-390, a brasileira ficando com 51% do controle e a americana com 49%.


Mas em meio as diversas crises pela qual a Boeing vem passando, parece inviável a conclusão dessa compra.

Manteremos a publicação atualizada, conforme forem sendo divulgadas atualizações.

Publicar um comentário

0 Comentários